quarta-feira, 19 de novembro de 2008

DOMINGOS ANTÓNIO



Nota Biográfica

Domingos António tem apena 31 anos. Nasceu em Pittsburgh, na Pennsylvania, nos Estados Unidos da América, em 1977. É filho de pai português e de mãe italiana. Começou a tocar piano aos 7 anos de idade na sua cidade natal. Aos 13 anos, os seus professores americanos, apercebendo-se do seu virtuosismo, sugeriram que continuasse os seus estudos em Moscovo.
Em 1991, com 14 anos, ingressou no colégio académico de música associado ao conservatório " P. I. Tschaikovsky".
Em 1995 ganhou o 3º prémio no 1º concurso internacional para jovens pianistas " Vladimir Horowitz" em Kiev na Ucrânia.
Em 1996 ingressou no Conservatório Estatal "P. I. Tchaikovsky" em Moscovo, onde concluiu o curso em 2001, sob a orientação do Professor Dmitriy Sakharov, com a classificação máxima.
Em Portugal, onde passou a residir recentemente, tem dado concertos por todo o país, registando já uma assinalável carreira internacional.


É um nome a fixar. Que mãos!

Pena não saber o nome da peça sinfónica que interpreta...

8 comentários:

  1. Salvé Maripa

    Depois de uma longa ausência sem esta máquina, voltei para deixar um beijo e dizer o quanto é sentido estes dedos no piano. Que saudades também tenho de tocar...mas nunca assim.

    Abraço meu de sempre
    Mariz

    ESPAVO!

    ResponderEliminar
  2. Que maravilha, um dom.

    lindo dia flor querida
    beijos

    ResponderEliminar
  3. Não conhecia.
    Gostei de o ouvir, pelo que me apercebi há razões objectivas para ser considerado um bom pianista.
    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  4. Esistem seres que trazem dentro deles uma magia para darem aos outros, no fundo é uma forma de amor,a musica é algo pleno que nos transporta a outras galaxias
    jinhos

    ResponderEliminar
  5. Bravíssimo!

    Esse menino arrasa.

    Parabéns pela divulgação deste artísta brilhante.


    beijos

    ResponderEliminar
  6. ai, maripa. não consegui desligar a música de fundo! isto foi aqui uma sinfonia... mas deu para observar o movimento de mãos... vai dar que falar, sim!

    um beijo
    luísa

    ResponderEliminar
  7. *
    vamos acompanha-lo,
    eu vou,
    se não passar despercebido
    como outros, na nossa
    comunicação social,
    ,
    conchinhas musicais, envio,
    ,
    *

    ResponderEliminar


"Aqueles que passam por nós, não vão sós, não nos deixam sós. Deixam um pouco de si, levam um pouco de nós” disse Antoine de Saint-Exupéry.

Grata pela sua visita e pelo carinho que demonstrou, ao dar-me um pouco do seu tempo, deixando um pouco de si através da sua mensagem.