segunda-feira, 26 de janeiro de 2009

ÀS VEZES, EM DIAS DE CÉU AZUL



Às vezes, em dias de céu azul,

vejo barcos a partir no cais do tempo
- promessas de viagem fugidia -
e acenos de gaivota além do vento,

ouço nos búzios o longínquo mar
- ecos de saudade apaziguada -
e vejo praias banhadas de luar.

E às vezes
há o sonho...o sonho de ter
a voz das ondas e o riso das marés
de ser nereide e ter o mar...

Em dias de céu azul
- o sonho -
ser senhora do mar de lés a lés.

Maripa

imagem de D. Kustanovich

21 comentários:

  1. Para refletir:
    Aprendi que não posso exigir o amor de ninguém...
    Posso apenas dar boas razões para que gostem de mim...
    E ter paciência para que a vida faça o resto...
    Não importa quão boa seja uma pessoa, ela vai feri-lo
    de vez em quando e você precisa perdoá-la por isso.
    (William Shakespeare)

    Faça dessa nova semana um novo início rumo à
    felicidade.
    abraços

    ResponderEliminar
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  3. porque o meu dia não é azul não te sei "comentar". sei dizer-te que gostei muito, senhora dos mares!
    sei dizer-te que te ouvi dizer estas palavras no luar sereno da tua praia.

    um beijo grande, amiga maripa

    ResponderEliminar
  4. Neste mar...banho-me de satisfação, na maré do teu sonho.

    Neste mar...olho-me no reflexo da imagem sereia do afago azul do céu marinheiro...

    Neste mar...afundo-me de prazer, no fresco iodo da espuma carícia...

    Neste mar...deixo-te um beijo solto.

    ResponderEliminar
  5. para mim o mar é sempre um sonho...mesmo quando o céu que o cobre não é tão azul...mágicas, como sempre as tuas palavras
    beijos doces

    ResponderEliminar
  6. Todo o poema é muito belo, mas o final é de mestre.
    "ser senhora do mar de lés a lés"
    Excelente querida amiga.
    Beijo.

    ResponderEliminar
  7. Querida Maripa,
    Para mim, é muito importante estar sempre rodeada das pessoas que gosto e mais ainda no dia em que comemoro a minha chegada ao mundo!
    Conto consigo amanhã no meu cantinho para juntas tocarmos as taças de champanhe num "tchim-tchim" alegre e para comer uma fatia do meu bolo de aniversário!
    Fico à sua espera!
    Depois da festa virei com calma ler o seu poema!
    Beijinhos carinhosos e abraço meiguinho.

    ResponderEliminar
  8. Sonho lindo!

    Ou não fosse a amiga, uma portuguesa!

    Mas o poema é elegante e está bem escrito.

    Bjs

    ResponderEliminar
  9. Quem escreve como tu ,tem a voz das ondas e o riso das marés. Sonho concretizado... ser senhora do mar de lés a lés.
    Parabéns, Maripa.
    Um beijo com amizade.

    ResponderEliminar
  10. o poema tanspira a inspiração que o mar nos dá.

    todo ele está muito belo.

    beijo de mar.

    ResponderEliminar
  11. Querida Maripa, às vezes o mar fala-nos directamente ao coração.
    Que bonito poema
    deixo aqui um beijinho de LUZ

    ResponderEliminar
  12. _________________________________

    Seus sonhos transformados em belos versos!

    Ler seus poemas é um premio...


    Beijos nesse coração tão inspirado!!!

    __________________________________

    ResponderEliminar
  13. Belíssimo!
    A alma transcende! É sentido o perfume espalhado sobre a beleza construída dos teus poemas.

    Bons amigos trouxeram-me aqui!

    Querida,

    Repasso-te um selo que me foi atribuido. Podes ir lá busca-lo.

    Abraços.

    ResponderEliminar
  14. Maripa, que maravilha de poema e de pintura...
    Fiquei, fiquei alguns momentos, ouvindo a tua música lendo e relendo os teu poema, e deixando-me ficar com os outros também....obrigada por estes momentos...fora,m muito importantes para mim hoje!!!!
    Eu e o Mar
    Tu e o Mar

    ResponderEliminar
  15. olá, venho convidar para conhecer o meu espaço novo.
    Conjuga fotografias com textos... espero que goste de me visitar.
    Comecei hoje mas espero poder andar por estes sítios muito mais tempo.
    Beijo.
    Marta.

    ESTOU AQUI:
    http://marta-essence.mine.nu

    ResponderEliminar
  16. Olá doce Maripa!

    As tuas palavras invadem-me como se fossem ondas a rebentarem dentro de mim! Gosto muito do mar... se bem que a natureza, a floresta, as montanhas,... chamem mais por mim. Cada um com o seu lugar...

    Cubro-te de luzinhas da cor do teu mar.

    Beijinhos de Amor e Luz!

    ResponderEliminar
  17. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  18. quando for grande quero sentir assim!!
    um beijão fraternalmnte em ti, amiga!!

    ResponderEliminar
  19. Já tens o mar, querida amiga e já és nereide... Lindas letras! Beijos!

    ResponderEliminar


"Aqueles que passam por nós, não vão sós, não nos deixam sós. Deixam um pouco de si, levam um pouco de nós” disse Antoine de Saint-Exupéry.

Grata pela sua visita e pelo carinho que demonstrou, ao dar-me um pouco do seu tempo, deixando um pouco de si através da sua mensagem.