quinta-feira, 7 de janeiro de 2010

OS LIVROS



Os livros. A sua cálida,
terna, serena pele. Amorosa
companhia. Dispostos sempre
a partilhar o sol
das suas águas. Tão dóceis,
tão calados, tão leais.
Tão luminosos na sua
branca e vegetal e cerrada
melancolia. Amados
com nenhuns outros companheiros
da alma. Tão musicais
no fluvial e transbordante
ardor de cada dia.



Eugénio de Andrade

Imagem: Andre M. Barros



3 comentários:


"Aqueles que passam por nós, não vão sós, não nos deixam sós. Deixam um pouco de si, levam um pouco de nós” disse Antoine de Saint-Exupéry.

Grata pela sua visita e pelo carinho que demonstrou, ao dar-me um pouco do seu tempo, deixando um pouco de si através da sua mensagem.