sexta-feira, 20 de novembro de 2009

DÁ-ME A TUA MÃO


Dá-me a tua mão.

Deixa que a minha solidão
prolongue mais a tua -
para aqui os dois de mãos dadas
nas noites estreladas,
a ver os fantasmas a dançar na lua.


Dá-me a tua mão, companheira,
até ao Abismo da Ternura Derradeira.





José Gomes Ferreira


20 de novembro de 1954 - 20 de Novembro de 2009

55 anos de estar juntos esta tarde se cumpriram. O amor e o carinho estão sempre presentes neste, já longo, caminho partilhado.

7 comentários:

  1. Olá Maripa

    Soberbo poema para um belo percurso de vida.
    Uma data linda!

    Parabéns!
    Que o teu dia seja belo e terno!

    Um beijo.

    Lisa

    ResponderEliminar
  2. Parabéns Maripa!
    Um poema para celebrar tanto amor... Parabéns! Que seus dias sejam sempre especiais! Beijos!

    ResponderEliminar
  3. O cenário não poderia ser melhor para a comemoração: Coimbra! Ou não?

    Querida amiga, para ti que estás sempre a me passar confiança e certezas, vai daqui o meu carinho. Para ti e para o teu marido que mostrou-se tão simpático a mim e tão dedicado a ti.

    Parabéns aos dois e que a caminhada continue por muitos anos.

    beijos da amiga Mila

    ResponderEliminar
  4. Um caminhar a dois, mão na mão, carinho nos corações, ternura nos olhares... Um lindo caminhar que os vai levando pelo tempo e pelo amor.
    Parabéns. E que esse caminhar os leve aos melhores anos de suas vidas, e que sejam muitos.
    Um abraço aos dois

    Dulce

    ResponderEliminar
  5. Quando ficas muito tempo assim, preocupas-me!

    beijos

    ResponderEliminar
  6. parabéns amiga...é tão lindo ver esse companheirismo e amor
    um beijo enorme

    ResponderEliminar


"Aqueles que passam por nós, não vão sós, não nos deixam sós. Deixam um pouco de si, levam um pouco de nós” disse Antoine de Saint-Exupéry.

Grata pela sua visita e pelo carinho que demonstrou, ao dar-me um pouco do seu tempo, deixando um pouco de si através da sua mensagem.